quarta-feira, 13 de junho de 2012

Fracasso de Público

Fracasso é uma HQ que em outros tempos não seria publicada no Brasil, felizmente hoje temos uma variedade grande títulos e editoras de todos os portes criando seu espaço e seu público.

Confesso que Fracasso não me atraiu de cara, tenho uma resistência forte a ler HQs onde o desenho não me agrada - veja bem, não é que o desenho seja ruim ou não funcione, de forma alguma, o desenho funciona bem para o que se propõe, acontece que ele não é de um dos estilos que eu gosto.

De bate pronto a HQ não me pegou tanto quanto a maioria das pessoas andava falando. Além do desenho as reclamações contantes de Sherman, personagem que trabalha em uma livraria, detesta seu emprego e é frustrado por não conseguir virar escritor acabam cansando um pouco.

Na verdade eu acho que Fracasso vai um tanto a deriva até começar a história de Irving Flavor, um quadrinista das era de ouro, criador de um personagem muito bem sucedido mas que vive na miséria por conta de um contrato cruel de direitos autorais que assinou na juventude. A vida de Flavor muda quando contrata Ed que o incentiva a lutar por seus direitos e tentar receber uma parte do faturamento gigantesco que a editora fictícia Zoom Comics tem em cima do seu personagem.

A vida e a luta de Flavor representa muito bem a geração de quadrinistas que fundou o gênero dos super-heróis trabalhando por salários miseráveis e quase sem reconhecimento. Quando a indústria dos quadrinhos virou extremamente lucrativa e seus artistas verdadeiros superstars, a nova geração recebia por uma edição um montante maior que esses artistas pioneiros receberam durante toda a vida.

E com essa história Fracasso de Público amarra seu leitor e o leva até o final.

Em paralelo tem a história do próprio Ed, de Sherman e sua namorada problemática Dorothy e o casal Jane e Stephen.

Fracasso vai na contramão das grandes HQs autobiográficas que saíram recentemente no Brasil (Retalhos, Umbigo sem fundo, Cicatrizes), pois o personagem que seria o autor é tão discreto que a se torna mais um figurante observador das outras histórias que ganham um enfoque maior.

No geral vale a pena conhecer Fracasso de Publico, torcer por Irving Flavor, compreender a complexidade da relação de Dorothy e Sherman e tudo mais que a HQ pode oferecer.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=hT9Jplf9Zjw]



Pra quem interessar, a Banca 2000 tem uma pacote com as três edições por um ótimo preço nesse link

Nenhum comentário:

Postar um comentário